Não tire fotos, de fotos.

Não tire fotos, de fotos.

Há alguns anos fui convidado por um amigo para visitar um asilo na zona sul de São Paulo, a fim de levar um pouco de distração, companhia e bater papo com aquele grupo de idosos que passam o dia, e as vezes a semana, sem ter contato com a família e amigos.

Foi quando sugeri de levar a câmera e fazer umas fotos, uns retratos deles, com a intenção de presenteá-los com essas fotos. E nessa ‘brincadeira’ acabamos descobrindo que muitos ali, há muito tempo não tiravam uma foto, e outros que nunca nem ao menos tiveram uma foto sua.

Pelas imagens vocês podem perceber a timidez de uns, a alegria de outros, a serenidade, o cansaço, traços de personalidade e sentimentos escondidos em cada olhar, cada sorriso…

Depois que eles pegaram na mão a sua foto, a reação foi incrível! É o tipo de imagem que dispensa o clique e fica gravado pra sempre na memória.

Esse tipo de experiência muda a nossa vida. E por isso eu te convido: Não tire fotos, dê fotos!